Jogo Rápido: Bakuman III 08 / Psycho-Pass 07

Bakuman tem seu primeiro vilãozinho mostrado. E Psycho-Pass está cada vez mais incrível.

Bakuman III 08

Temos agora nosso primeiro vilãozinho de Bakuman. O cara que fez de tudo para ter seu mangá puclicado na Jump. Tooru Nanamine é um vilão típico de novela que finge ser bonzinho na frente das pessoas com poder, mas na frente dos mocinhos demonstra sua verdadeira personalidade. Tooru era é um jovem e grande fã de Ashirogi Muto, a princípio. Escrevia cartas para a dupla até ver o mangá de comédia que eles fizeram. Da mesma forma, ele quis ser mangaká ainda jovem e seguiu o rumo dos protagonistas com mangás obscuros. Tooru mandou o mangá “A sala da verdade” para o Tesouro. Um mangá obscuro sobre um jogo de sobrevivência em que apenas uma pessoa sairia viva da sala de aula. E aquele que mentisse morreria na hora. O mangá era bem interessante e Tooru tinha talento. Mas aquilo não era um mangá para a Jump. Então o seu editor o pediu para refazer o mangá. Ao invés disso ele publicou o seu mangá na internet.

As pessoas que leram na internet gostaram do mangá e começaram a ligar para a Jump reclamando. O editor-chefe chamou Tooru para conversar. Ele deu uma bronca e disse que o mangá novo não poderá ter mais relação com o mangá “Sala da Verdade”. Tooru enganou a todos com uma personalidade muito animada e sem parar de falar. Disse que já tinha percebido o seu erro logo após publicar o mangá na internet e estava com um mangá totalmente novo. O editor-chefe leu, gostou muito do mangá e resolveu publicar como um one-shot.

Tooru pediu apenas para conhecer Ashirogi Muto. Ele foi visitar a nossa dupla junto com o seu editor. E parecia um super fã enquanto falava. Mas foi só o editor dele ir embora que o nosso vilão mostrou sua verdadeira face. Ele disse que tudo estava planejado desde o início. O mangá obscuro, soltar o mangá na internet e tudo mais. Era uma forma fácil de ser publicado. Ele disse não confiar nos editores e por isso fez o que fez. Ele vai corrigindo seus mangás com opiniões de pessoas da internet, as quais ele reconheceu como talentosas. Takagi ficou bravo por ele não usar suas próprias ideias. Tooru disse que irá passar eles e chegará ao topo da Jump dessa forma. Com os ajustes da sua equipe online e sem contar com os editores da Jump.

Esse foi outro ótimo episódio de Bakuman. Sem espaço pros romances, mostrou um novo personagem como vilão e um ótimo mangá. Eu gostei bastante da forma que mostraram o mangá. Tava sentindo um pouco de falta disso, saber um pouco mais sobre os mangás que estavam sendo publicados. Vamos ver como se dará a continuação de Bakuman. Enquanto Tooru continuará tentando fazer sucesso na sua fórmula, nossos protagonistas tentam pensar em uma forma de fazer um novo mangá com batalhas obscuras e populares.

Psycho-Pass 07

A cada episódio que passa, é revelado um pouco mais sobre como a sociedade em Psycho-Pass influencia as pessoas no seu comportamento e personalidade. Deixando pessoas doentes e não adequadas a viver nesse mundo.

Neste episódio vemos pela primeira vez uma participação maior do vilão Makishima. Ele aparece conversando com outra pessoa e nessa conversa da para perceber um pouco sobre o que ele pensa da sociedade atual. Sobre como as pessoas acabam não querendo tanto fazer as coisas, mudar, pensar e se limitam a vida prevista pelo sistema. Antes as pessoas se preocupavam demais com sua personalidade e stress. Agora com um sistema que faz isso por elas, elas estão deixando de se preocupar. Chegando ao ponto de ficarem doentes.

Eu estou gostando bastante de Psycho-Pass no sentido de que as coisas estão sendo reveladas aos poucos. Eles vão resolvendo os casos e durante os casos todas as histórias vão se interligando. Ao mesmo tempo vão mostrando o passado dos personagens, as motivações passadas e atuais, além de pistas do caminho que a história deve seguir.

Continuamos no caso dos corpos que são desmembrados e aparecem como uma peça de arte. O caso é idêntico ao caso não resolvido que fez Kougami se tornar um Justiceiro. Além disso, as vítimas dessa vez estudam na escola em que trabalhava o principal suspeito do caso passado. Isso faz com que Ginoza deixe Kougami de fora do caso e ordene que Akane fique vigiando ele. Os dois vão aumentando os laços entre eles e Kougami conta um pouco sobre como ele era no passado quando foi um inspetor e também sobre o justiceiro que foi morto no caso.

A assassina dessa vez é filha do antigo assassino. Ela quer seguir o caminho de seu pai e influenciada por Makishima vai assassinando outras alunas da escola. E utilizando o fato de elas não terem sua personalidade scaneada dentro da escola, ela pode continuar com os assassinatos. Estou bem ansioso para ver como vai acabar este caso, as ligações futuras que vai ter com o arco principal e com Kougami. Apesar de Kougami não estar no caso desta vez, ele possui a melhor pista. Ele tem uma foto tirada por seu antigo justiceiro que mostra Makishima.

Gostou desse post? Então comente aí embaixo falando o que achou desses episódios. Não se esqueça de curtir nossa página no facebook e siga nosso twiter.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s