Jogo Rápido: Jojo’s Bizarre Adventure 02-05

Reviva o melhor dos shonens da década de 80 com Jojo’s Bizarre Adventure.

Eu dei uma parada nas análises de alguns animes devido à falta de tempo e Jojo foi um desses. Para quem se lembra do que eu falei na minha análise sobre o primeiro episódio (LINK), as qualidades e defeitos do anime não mudaram muito.  Jojo’ Bizarre Adventure continuou com a animação sem grande qualidade, mas muito bem executada para retratar esse mangá de 1987 com todas as suas loucuras. Para quem está acostumado com os animes atuais, todos bonitinhos e histórias estruturadas com personagens batidos, Jojo’s pode ser um pouco estranho.

Eu pessoalmente continuei gostando de como as coisas foram conduzidas do episódio dois ao episódio cinco. A história está se desenrolando bem rapidamente e sem muita enrolação. O segundo episódio já se inicia sete anos após o fim do primeiro episódio. Com Jojo e Dio já crescidos. Dio ainda quer conquistar a fortuna da família Joelstar e pretende matar o pai de Jojo envenenado, assim como fez com o seu pai. Dio vai até Londres procurar o antídoto para o veneno. O local onde Jojo vai é o mesmo onde cresceu Dio Brando. E é lá que conhecemos o novo personagem Speedwagon (melhor nome de personagem). Ele era um bandido, mas jura lealdade a Jojo e começa a segui-lo sempre.

Jojo consegue salvar seu pai George e incriminar Dio Brando. Temos ai então a primeira grande reviravolta no enredo com uma grande à subida no nível de loucura. Dio Brando se transforma em um vampiro. Como se ele já não fosse louco e mal o suficiente quando era humano. O pai de Jojo é morto durante o ataque de Dio, mas no fim Jojo consegue derrotar Dio. A partir daí, as brigas e enredos que pareciam o da novela das nove irão mudar para lutas de um shonen mesmo. Jojo conhece Zepelli, seu mentor, que irá lhe ensinar o Poder da Onda. Agora Jojo também terá os seus super poderes para lutar contra Dio e seu exército de zumbis. A primeira grande luta entre eles já acontece no episódio cinco. Como eu disse, o anime está correndo em um ritmo muito rápido. No primeiro episódio tínhamos dois adolescentes mimados brigando e no quinto virá a luta entre um super humano e um vampiro.

Um dos fatores que me faz gostar bastante de Jojo é essa pegada dos anos oitenta. O anime não tem fanservice nenhum. Nem perde tempo com isso. E eu também tenho que confessar que gosto dessas obras meio trashs que nem Jojo. Afinal acho que só eu gostei do anime Level E né? Foi produzido pelo mesmo estúdio. Para quem busca um shonen mais puro, Jojo vai ser sempre uma ótima pedida. Como é o meu segundo post apenas com relação ao anime, eu faço de novo a recomendação para assistirem. Desculpem também se o post ficou meio corrido. Já disse no início que ia manter a política de textos curtos. Para agradar pessoas sem muito tempo para ler todos os posts. Sempre curto e direto.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s