Animes Finalizados #03: Kuroko no Basket

Pra que regras? Nós temos super poderes

Se tem um anime que surpreendeu muito este ano foi Kuroko no Basket. Nem o maior fã do mangá e de basquete esperava que o anime fosse ir tão bem e ser tão popular quanto foi. Mais ainda, a prova disso foi dada essa semana com Kuroko no Basket ficando em primeiro lugar do TOC da revista Shonen JUMP. Não me lembro de ver um anime impulsionar tanto um mangá como aconteceu com Kuroko no Basket. O mangá ficava lá em baixo no TOC e vendia pouco volumes encadernados. Depois de meio ano de anime as vendas quase triplicaram e o mangá briga lá em cima no ranking de popularidade agora.

Mas o que Kuroko no Basket tem de tão bom? O que fez ele atrair tanta gente assim?

O que eu posso destacar a início são partidas de basquete super emocionantes cheias de viradas e sem enrolação. Mantendo sempre o anime em alta velocidade. Você fica sempre ligado no meio das partidas. Outra coisa que chamou a atenção de muita gente e eu comprovei agora enquanto procurava imagens pra este post foi o fanservice. O fanservice em Kuroko no basket nem é tão escrachado. Mas as pessoas dão uma forma de derturpar as coisas. Fui procurar imagens de Kuroko no Basket e mais de metade das imagens eram yaois ou super bonitinhas. Me faz pensar que Kuroko pode ser um daqueles bons animes com os fãs que fazem quem não assistiu desistir do mesmo. Mas também era um prato cheio pros adoradores desse estilo. Um anime com um monte de homens né? E de certa forma, depois de verem isso, os próprios produtores deram uma ajuda com alguns episódios sem necessidade só pra fanservice. Mas eu digo a quem não conhece que não se preocupe com isso e assistam.

E logo que começou a ser exibido, as comparações entre Kuroko no Basket e Slam Dunk não pararam de pipocar de todos os lados. Olha, sinceramente eu ainda prefiro Slam Dunk mil anos luz à frente. Mas são duas histórias com focos bem diferentes. Até as cenas de comédias dos dois são bem diferentes. É claro que a comparação faz sentido por ambos serem de basquete, mas não é necessária. Slam Dunk se importa muito mais com o basquete em si. Em Slam Dunk você ve a montagem de uma equipe e todas as suas cinco posições. Slam Dunk é muito mais fiel ao jogo, mais preso as regras e a realidade. Todos são super bons pra nível colegial, mas tem qualidades de uma pessoa real (alguém da NBA).

Enquanto Kuroko no Basket já segue mais o estilo da JUMP. Como eu disse na chamada, para que regras? Eu tenho super poderes, não preciso de regras. Eu falei isso brincando já que eles não soltam poderes como em outros animes de esporte por aí. Mas todos os jogadores possuem habilidades surreais, como acertar arremessos do outro lado da quadra, pular 7 metros e por aí vai. Mas é ai que eu te falo. E daí? Ou os animes de luta com super poderes são ruins por serem surreais? Tudo bem que existem algumas coisas em Kuroko no Basket que me incomodam como não marcarem algumas infrações e faltas. Isso pra mim não podia deixar passar. Eu sou um amante de basquete e de certa forma me dava coceira algumas coisas que aconteciam no anime. Mas não é por causa disso que o anime vai ser ruim.

Falando um pouco sobre a história do anime agora, Kuroko no Basket conta a história de Kuroko. Kuroko é um jogador que sabe dar passes sensacionais. Além disso, ninguém vê ele chegando ou consegue sentir sua presença. Mas ele não consegue fazer mais nada além disso. Kuroko não consegue fazer uma simples bandeja por exemplo. Kuroko veio do ensino fundamental de uma escola que foi campeã todos os anos seguidos. E os cinco jogadores ficaram conhecidos como a geração dos milagres. E Kuroko sempre viveu a sombra desses cinco jogadores. Ao chegar na sua nova escola, Kuroko conheceu Kagami. Kagami é um garoto que veio da América e junto com Kuroko irão tentar vencer os jogadores da geração dos milagres juntos.

E Kuroko no basket conseguiu seguir muito bem a sua proposta. E foi isso que fez dele tão bom. No meio das suas partidas super viajadas, o que não faltava era emoção. E vamos confessar, qual outro anime deste ano fez você ficar preso nele como os últimos episódios de Kuroko no Basket? E olha que nem era uma partida do time de Seirin. Mesmo assim, o jogo foi tão bom que você queria ver. Além disso, o anime mostrava o drama dos personagens, a dor nas derrotas, a felicidade nas vitórias. Todas as características de um bom shonen. Se fosse no meio do anime, eu  nem ia falar tanto dele, hoje eu já recomendo a verem. Se você não gosta desses animes de esportes meio exagerados e quer algo mais real de basquete talvez deva passar longe de Kuroko, mas vai perder a chance de ver um anime incrivelmente emocionante. E que venha a segunda temporada.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s